Cães abandonados e disponíveis para adoção viram gandulas em famoso torneio de tênis

Não é a primeira vez que isso acontece. Em 2016, quatro cachorros – Mel, Frida, Isabelle e Costela (na foto acima) – acrescentaram graça e muita alegria ao mais famoso torneio de tênis do país, o Brasil Open, realizado em São Paulo. E o final foi feliz: todos ganharam um lar.

Patrocinada por uma marca de ração para gatos e cachorros, a iniciativa Cão Dulas (hashtag #CãoDulas) chamou a atenção de público tão seleto para a realidade desses animais e provou que eles só precisam de carinho, alimento e amor para se tornarem ótimos companheiros, brincar e ser felizes.

Foi uma grande oportunidade para falar da importância de adotar animais abandonados, não importa a idade. Ainda mais porque, em geral, eles são resgatados do abandono, de maus tratos e da fome. E o mais genial foi a forma escolhida para integrá-los. A ação promoveu uma das atividades de que todo cachorro adora: correr atrás e buscar algum objeto. Se for uma bolinha, melhor ainda.  E que a gente adora assistir, né? Foi realmente um espetáculo à parte que imprimiu um ambiente mais caloroso ao torneio.

No ano passado, a ONG convidada a participar da ação foi a ABEAC – Associação Bem Estar Animal Amigos da Célia.

Este ano, os seis cachorros selecionados foram resgatados pelas ONGs Projeto Segunda Chance (São Paulo) e Cão Sem Dono (Itapecirica da Serra). Cindy (10 anos), Pretinha (8), Arlete (7), Nanda (5), Ovelha (4) e Mia (com apenas 8 meses) entrarão na quadra em 4 de março, durante a semifinal do torneio e também participarão da cerimônia de premiação no dia seguinte. Com certeza, roubarão boa parte da atenção do público.

Agora, assista ao vídeo que mostra a performance de Mel, Frida, Isabelle e Costela no jogo entre o espanhol Roberto Carballes Baena e o português Gastão Elias – que se divertiram muito com os #CãoDulas – no campeonato do ano passado:

 

Foto: Brasil Open/Divulgação

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta