Brasil tem 21 das 50 cidades mais violentas do mundo

vidro quebrado pela violência urbana

É realmente muito triste dar uma notícia como esta. Além de vergonhosa, nos faz sentir inseguros. Mas precisamos estar conscientes desta realidade para ter força para exigir mudanças urgentes e nos tornarmos agentes transformadores também.

O ranking divulgado recentemente pela organização não-governamental mexicana Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y la Justicia Penal listou as 50 cidades mais violentas do mundo em 2015. Apesar daquelas que estão no top do ranking não serem brasileiras, nosso país tem o maior número de municípios aparecendo na lista: nada menos que 21 cidades. A taxa média de homícidios nestes locais é de 45,5 por 100 mil habitantes.

Fortaleza figura em 12º lugar, seguida de Natal (13º), Salvador e região metropolitana (14º), João Pessoa (16º) e Maceió (18º). São citadas ainda São Luís, Cuiabá, Manaus, Belém, Goiânia e Aparecida de Goiânia, Teresina, Vitória, Recife, Aracaju, Campina Grande, Porto Alegre, Curitiba e Macapá (confira ranking completo ao final deste post).

Para chegar a este mapa da violência urbana internacional, a ONG mexicana analisou cidades com mais de 300 mil habitantes, em que foram registrados os índices mais altos de homicídios do mundo. O objetivo dos pesquisadores é fazer um alerta sobre o problema, principalmente na América Latina, para que “governantes se sintam pressionados a cumprir com seu dever de proteger os cidadãos, garantir seus direitos à segurança pública”.

São realmente as cidades latinoamericanas que dominam o ranking. Do total de 50, 41 estão localizadas na América Latina. A capital da Venezuela ficou em 1º lugar. Sob o comando do presidente Nicolás Maduro, que enfrenta sérios problemas econômicos e sociais, Caracas registrou quase 4 mil homicídios em 2015. Na 2ª posição surge San Pedro Hula, em Honduras (que nos últimos quatro anos tinha liderado o estudo), e em 3º lugar, San Salvador, capital de El Salvador.

Segundo o levantamento, as cidades venezuelanas são as que têm os mais altos índices de violência. Nos vizinhos México e Colômbia, houve uma redução significante no número de assassinatos.

Uma boa notícia para o Brasil é que Belo Horizonte deixou de constar na lista, na qual era citada em anos anteriores.

Alguns dados chamam a atenção no estudo. Nenhuma cidade da região Sudeste, sobretudo Rio de Janeiro e São Paulo, aparecem no ranking. Do Sul, entretanto, Porto Alegre e Curitiba foram listadas, apesar de serem consideradas até então, como lugares considerados com boa qualidade de vida.

E fica óbvio, que o Nordeste é a região do Brasil que mais sofre com a violência urbana no país. São cidades que carecem de um sistema público de educação e saúde decente, que acaba se refletindo em estatísticas lamentáveis como estas.

Lista das 50 cidades mais violentas do mundo

1° – Caracas (Venezuela) – 119,87 homicídios/100 mil habitantes
2° – San Pedro Sula (Honduras) – 111,03
3° – San Salvador (El Salvador) – 108,54
4° – Acapulco (México) – 104,73
5° – Maturín (Venezuela) – 86,45
6° – Distrito Central (Honduras) – 73,51
7° – Valencia (Venezuela) – 72,31
8° – Palmira (Colômbia) – 70,88
9° – Cidade do Cabo (África do Sul) – 65,53
10° – Cali (Colômbia) – 64,27
11° – Ciudad Guayana (Venezuela) – 62,33
12° – Fortaleza (Brasil) – 60,77
13° – Natal (Brasil) – 60,66

14° – Salvador e região metropolitana (Brasil) – 60,63
15° – St. Louis (Estados Unidos) – 59,23
16° – João Pessoa; conurbação (Brasil) – 58,40
17° – Culiacán (México) – 56,09
18° – Maceió (Brasil) – 55,63
19° – Baltimore (Estados Unidos) – 54,98
20° – Barquisimeto (Venezuela) – 54,96
21° – São Luís (Brasil) – 53,05
22° – Cuiabá (Brasil) – 48,52
23° – Manaus (Brasil) – 47,87

24° – Cumaná (Venezuela) – 47,77
25° – Guatemala (Guatemala) – 47,17
26° – Belém (Brasil) – 45,83
27° – Feira de Santana (Brasil) – 45,50
28° – Detroit (Estados Unidos) – 43,89
29° – Goiânia e Aparecida de Goiânia (Brasil) – 43,38
30° – Teresina (Brasil) – 42,64
31° – Vitória (Brasil) –
41,99
32° – Nova Orleans (Estados Unidos) – 41,44
33° – Kingston (Jamaica) – 41,14
34° – Gran Barcelona (Venezuela) – 40,08
35° – Tijuana (México) – 39,09
36° – Vitória da Conquista (Brasil) – 38,46
37° – Recife (Brasil) – 38,12
38° – Aracaju (Brasil)
– 37,70
39° – Campos dos Goytacazes (Brasil) – 36,16
40° – Campina Grande (Brasil) – 36,04
41° – Durban (África do Sul) – 35,93
42° – Nelson Mandela Bay (África do Sul) – 35,85
43° – Porto Alegre (Brasil) – 34,73
44° – Curitiba (Brasil) – 34,71

45° – Pereira (Colômbia) – 32,58
46° – Victoria (México) – 30,50
47° – Johanesburgo (África do Sul) – 30,31
48° – Macapá (Brasil) – 30,25
49° – Maracaibo (Venezuela) – 28,85
50° – Obregón (México) – 28,29

Fonte: Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y la Justicia Penal – relatório completo neste link)

Foto: domínio público/pixabay

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Um comentário em “Brasil tem 21 das 50 cidades mais violentas do mundo

Deixe uma resposta