Bloco Fluvial do Peixe Seco celebra rios esquecidos de São Paulo. Participe!

bloco fluvial do peixe seco pede revitalização dos rios de SP

O carnaval já acabou, certo? Errado. Para muitos paulistanos ainda dá tempo de colocar o samba na avenida, ainda mais se for por uma boa causa: os rios esquecidos da maior metrópole do país.

O Bloco Fluvial do Peixe Seco desfila em São Paulo desde 2014. A ideia é envolver a população – e os foliões – no debate sobre a necessidade da recuperação dos rios da cidade.

Ele não é o único bloco de carnaval ecológico da capital. O Bloco da Água Preta percorre o caminho do córrego que leva o mesmo nome, e infelizmente, hoje fica canalizado sob as avenida Sumaré e Pompéia, na zona oeste de SP.

Hoje, sexta-feira (19/02), logo mais às 19h, na Praça Roosevelt, no centro, o Fluvial do Peixe Seco volta às ruas. Será o último ensaio antes do cortejo final.

O ensaio é um esquenta para domingo, 21/02, quando o barco da alegria sai para navegar sobre o o rio Tamanduateí, um dos mais antigos e tradicionais cursos d’água paulistanos. O bloco convida a todos para entrar na onda pela recuperação dos 3 mil km de rios concretados da cidade!

Participe! A concentração do desfile de domingo começa às 14h, no Largo do Pary.

Confira o vídeo do desfile de 2015, quando o Fluvial do Peixe Seco celebrou o rio Anhangabaú:


Foto: divulgação Bloco Fluvial do Peixe Seco

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Deixe uma resposta