Biologia da Conservação: conferência online e gratuita reúne especialistas de 4 a 10/12

para-ganha-quatro-novas-unidades-conservacao-800

Lançada em 2014 por biólogos de Belo Horizonte (Bocaina Biologia da Conservação), a Conferência Nacional de Biologia da Conservação é o primeiro evento científico 100% online e gratuito do Brasil e reúne especialistas para tratar de temas imprescindíveis para o avanço desse tema. Dirigida a professores, estudantes, pesquisadores e ao público interessado no contexto da conservação no país, também visa disseminar e socializar o conhecimento científico. O objetivo é “divulgar e estimular ideias que tragam soluções para os dramáticos problemas ambientais cada vez mais evidentes neste século”.

O primeiro encontro registrou 7.845 inscrições vindas de cerca de 50 países em todos os continentes. No Brasil, alcançou 510 cidades nos 26 estados e Distrito Federal. Este ano, os organizadores esperam impactar 10 mil pessoas com a segunda edição da conferência. Para tanto, reuniram 22 importantes nomes do cenário científico – pesquisadores, empreendedores e comunicadores – do Brasil e do exterior, que falaram sobre suas experiêncoia Como pensar estrategicamente soluções para a conservação.

Eu e Suzana Camargo, jornalistas e cofundadoras (junto com Marina Maciel) do Conexão Planeta, também participamos e comntamos sobre como conectar as pessoas à prática da conservação, como inspirá-las para a ação (nossa missão). A entrevista vai ao ar em 9/12. Nesse dia também, o fotógrafo Adriano Gambarini (colaborador do Conexão) participará da conferência com o tema Um olhar sobre a conservação da natureza: registros e histórias. O ator Marcos Palmeira, que é produtor orgânico e ativista pela conservação no país, abrirá o encontro com a primeira entrevista da conferência.

Para fazer sua inscrição (para isso, basta indicar um e-mail), saber mais detalhes e assistir às entrevistas, que serão transmitidas exclusivamente pela internet entre os dias 4 e 10 de dezembro de 2016, acesse o site da conferência..

Abaixo, já revelamos a programação completa das entrevistas, a cada dia:

4/12
– Marcos Palmeira: O profissional da conservação, além da universidade
– Profa. Dra. Ana Carnaval: O que o paleoclima pode nos indicar para a conservação da biodiversidade
– Prof. Dr. Joshua Farley: A Economia e a Natureza

5/12
– Dr. Joaquim de Araújo Silva – Empreendedorismo e Inovação aplicados à Conservação
– Instituto Prístino – Ciência da Conservação: como interagir com a multidisciplinaridade
– Msc. Luciano Alvarenga – O Direito ante a fragmentação de ciências e ecossistemas

6/12
– Profa. Dra. Inara Roberta Leal – Como as perturbações antrópicas interferem no bioma Caatinga
– Profa. Dra. Rosana Moreira da Rocha: Diversidade e as Invasões biológicas nos costões rochosos do Brasil: como estamos tratando esse problema no século 21
– Dr. Pedro Viana: A taxonomia botânica e sua importância para projetos em conservação.

7/12
– Profa. Dra. Maria Auxiliadora Drumond: O homem como protagonista na conservação da natureza
– Prof. Dr. Fernando Silveira: Um olhar no embrião da conservação: a importância das sementes nesse processo
– Prof. Dr. Ricardo Ribeiro de Castro Solar: Estudos ecológicos como ferramenta para conservação

8/12
Prof. Dr. Fabrício Rodrigues dos Santos: Como otimizar a conservação da biodiversidade utilizando ferramentas genéticas
– Prof. Dr. Marcos Vinícius Carneiro Vital: O uso adequado de ferramentas para análise de dados na Biologia da Conservação
– Prof. Dr. Paulo dos Santos Pompeu: Estudo de métodos e ferramentas utilizadas em projetos de conservação de peixes

9/12
– Profa. Dra. Juliana Santos Botelho: A importância da divulgação científica popular como estratégia para a conservação da natureza
– Mônica Nunes e Suzana Camargo, do Conexão Planeta: Conectando as pessoas na conservação: como inspirar para a ação?
– 
Adriano Gambarini: Um olhar sobre a conservação da natureza: registros e histórias.

10/12
– Dr. Danilo Rafael Mesquita Neves: Importância da macroecologia para a conservação
– Dr. Ubirajara de Oliveira: Como identificar lacunas do conhecimento nos Biomas Brasileiros
– Prof. Dr. Adriano Pereira Paglia: Projetos de Conservação da Biodiversidade no Brasil: da pesquisa científica à ação
– Projeto Albatroz: A sensibilização da sociedade como estratégia de conservação: o caso do Projeto Albatroz.

Foto: divulgação Agência Pará 

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta