‘Barulho da Onça’: WWF-Brasil lança podcast sobre o maior felino das Américas

A estreia do podcast é hoje, 27 de maio, Dia da Mata Atlântica, no Spotify e no Google Cast, e a cada quinze dias, durante cinco meses, o WWF-Brasil lançará um novo programa para falar do maior felino das Américas e de sua relação com o habitat.

O podcast foi idealizado para estudantes, pesquisadores e amantes da onça pintada. Então, quem tiver qualquer dúvida a respeito do felino pode enviá-la por e-mail (barulhadaonca@wwf.org.br) ou por WhatsApp (11 97266-8310).

O primeiro especialista a participar do Barulho da Onça é uma referência na conservação da espécie: Ronaldo Morato, coordenador do CENAP – Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros, órgão vinculado ao ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. No programa de estreia, ele fala da relação do felino com a Mata Atlântica, sobre as principais ameaças e os principais avanços na conservação, além de algumas curiosidades.

Hoje, restam apenas 300 indivíduos da espécie (Panthera onca) na Mata Atlântica – 70% dos que vivem no Brasil -, o que significa que ela corre o risco de desaparecer e, com ele, o equilibrio da biodiversidade local já que a onça pintada é topo da cadeia alimentar e necessita de grandes áreas preservas para sobreviver. É um indicador de qualidade ambiental do bioma. Por isso, quanto mais soubermos sobre ela, mais chances de ajudar a protegê-la. Afinal, ninguém protege o que não conhece.

Também por isso, em outubro do ano passado, durante a Conferência da Biodiversidade da ONU foi criado o Dia da Onça Pintada: 29 de novembro. Assim, nos 18 países em que a espécie ocorre, nesse dia especial sempre será festejada sua existência e lembrada sua importância para a conservação das florestas que habita pelo mundo.

Foto: Bart van Drop/Creative Commons/Flickr

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta