Astros de Hollywood erguem a voz contra a crise climática e exigem mais ações

Astros de Hollywood erguem a voz contra a crise climática e exigem mais ações

Russell Crowe, Cate Blanchett e Joaquin Phoenix foram alguns dos atores que usaram o palco de entrega do 77º Golden Globe Awards, Globo de Ouro em português, ontem à noite (05/01), em Los Angeles, para pedir mais ações sobre a crise climática.

Frequentemente, celebridades utilizam a entrega do prêmio, concedido pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood às melhores produções do cinema e da televisão, para expressar suas opiniões políticas.

“Não se enganem, a tragédia que se desenrola na Austrália é causada pelas mudanças climáticas“, afirmou Crowe, em mensagem. “Precisamos agir com base na ciência, mover nossa força de trabalho global para as energias renováveis e respeitar nosso planeta pelo lugar único e incrível que ele é”.

O australiano, que ganhou o prêmio de Melhor Ator em série ou filme para TV, com The Loudest Voice, não compareceu à festa porque estava em seu país. Em novembro, ele teve sua casa atingida pelo fogo em New South Wales, uma das regiões mais afetadas pelos incêndios florestais.

Já a atriz Cate Blanchett, que também é australiana, ao entregar um dos prêmios, agradeceu o trabalho dos voluntários.

“Há muitos australianos aqui hoje à noite. Eu gostaria de fazer um agradecimento aos bombeiros voluntários que estão no centro da luta contra o desastre climático que a Austrália enfrenta. E, é claro, quando um país enfrenta um desastre climático, todos o enfrentamos, porque estamos todos juntos”, ressaltou.

A americana Patricia Arquette, que venceu na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante em série ou filme para a TV, com The Act, disse que no futuro, o dia de ontem não será lembrado pela realização do Golden Globe, mas por seu país estar prestes a começar uma guerra (com o Irã) e por a Austrália estar em chamas. A atriz enfatizou a importância do voto, para que as pessoas se conscientizem de suas escolhas nas próximas eleições.

Por último, Joaquin Fenix, um dos últimos premiados da noite, ao ganhar como Melhor Ator em filme de drama, com sua interpretação em Joker (Coringa), fez um dos discursos mais contundentes. Primeiro, ele comentou a decisão do Golden Globe de oferecer um jantar vegano este ano.

“Gostaria de agradecer à Associação de Correspondentes Estrangeiros por reconhecer o vínculo entre agricultura animal e crise climática. É uma atitude muito ousada e realmente envia uma mensagem poderosa”, comentou.

Fenix, que é conhecido como um dos ‘bad boys’ em Hollywood, por causa de seu temperamento difícil e não se manter calado diante do que acredita (ele é vegano), falou então sobre a emergência climática.

“Não precisamos usar jatos particulares para ir e voltar a Palm Springs. Precisamos mudar e fazer sacrifícios”, alfinetou Phoenix, acrescentando que seus colegas tinham que “fazer mais” do que subir no palco e enviar sua solidariedade à Austrália – inclusive ele. “Por favor, e tentarei fazer melhor, espero que vocês também”, disse ele.

Leia também:
Estimativas apontam que 480 milhões de animais morreram nos incêndios da Austrália
William e Kate lançam prêmio internacional para restaurar o planeta
Austrália: quatro meses de incêndios, devastação e mortes

Fotos: reprodução Instagram Cattle Blanchett e Joaquin Phoenix e divulgação Golden Globe Awards (Russell Crowe)

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Astros de Hollywood erguem a voz contra a crise climática e exigem mais ações

Deixe uma resposta