Astros da música lançam campanha para plantio de 4 milhões de árvores na Floresta Amazônica

amazonia live: campanha pelo reflorestamento da floresta amazônica

O poder da música é universal, ainda mais quando é para estimular uma boa causa. O festival brasileiro Rock in Rio decidiu então se aproveitar disso e criar o projeto socioambiental Amazonia Live – Mais do que Árvores, Vamos Plantar Esperança. O lançamento da iniciativa aconteceu no último final de semana, com um show emocionante, realizado sobre um palco flutuante – em forma de folha -, montado no Rio Negro, em Manaus.

O evento contou com a apresentação do tenor espanhol Plácido Domingo e seu filho, da cantora brasileira Yvete Sangalo (embaixador oficial do Amazonia Live), do tenor Saulo Laucas, do guitarrista Andreas Kisser e da Orquestra Amazônia Filarmônica com o Coral do Amazonas.

palco-amazonia-live-800

Palco em forma de folha criado para o show de lançamento da campanha Amazonia Live

A campanha Amazonia Live – Mais do que Árvores, Vamos Plantar Esperança quer estimular o reflorestamento da vegetação amazônica através de doações de pessoas físicas e jurídicas. Durante o lançamento da iniciativa já foi anunciado o plantio de quase 3 milhões de sementes: 1 milhão delas pagas pela própria organização do Rock in Rio, outro 1 milhão pelo Banco Mundial, 800 mil pela organização ambiental Conservação Internacional (CI-Brasil) e outras 100 mil pela Universidade Estácio de Sá. Outras 40 mil unidades serão plantadas com o dinheiro arrecadado em um leilão de guitarras, realizado na edição do evento, em maio deste ano, em Lisboa.

Além da CI-Brasil, o projeto Amazonia Live conta com a parceria de outras duas entidades que trabalham pela conservação ambiental no Brasil: o Instituto Socioambiental (ISA) e o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO). Este último será o responsável pelo plantio das árvores na floresta. A ação visa não somente a restauração da vegetação, mas também a recuperação de nascentes e matas às margens dos rios – entre eles, o Xingu – e geração de renda de forma participativa e inclusiva às comunidades locais.

“Pela primeira vez estamos adotando globalmente uma mesma causa que será promovida em todos os países onde o Rock in Rio está e se estenderá por várias edições do evento (até 2019). Com esta ação, vamos chamar a atenção do mundo inteiro para um problema urgente e mostrar que é possível plantar, sobretudo, esperança”, afirma Roberto Medina, presidente do Rock in Rio.

O grito da Floresta Amazônica é o nosso grito

A maior floresta tropical do mundo está localizada na Bacia Amazônia e mais da metade dela fica em território brasileiro. Um dos maiores berços da biodiversidade no planeta, ela possui ainda 20% de toda água doce do mundo. Mas a floresta sofreu com o desmatamento contínuo no passado. Extensas áreas foram destruídas para permitir o avanço da plantação de soja e a produção de gado. Nas últimas décadas, o governo brasileiro se propôs a acabar com o desmatamento na região através de um monitoramento mais sério e frequente. Aliado ao governo, está o trabalho de um sem número de entidades não governamentais que dedicam-se à proteção da floresta.

A Floresta Amazônica é importantíssima para a regulação do clima. Segundo dados do ISA, uma floresta com 3 milhões de árvores transpira a cada dia cerca de 48 milhões de litros de água. E é através dos chamados “rios voadores”, que esta água é levada em forma de chuva para outros estados brasileiros, equilibrando assim o clima.

Além disso, a floresta exerce um papel fundamental na renovação atmosférica da poluição causada pelo homem. As árvores possuem a capacidade de retirar o dióxido de carbono da atmosfera (o gás CO2, um dos principais responsáveis pelo aquecimento global). Caso não fizesse este serviço ambiental, todo o calor ficaria concentrado unicamente nas águas dos oceanos, o que provocaria ainda mais prejuízos para o planeta.

O projeto Amazonia Live não irá plantar mudas de árvores. O método escolhido foi o muvuca, em que é utilizado um mix de sementes. A técnica aprimorada pelo Instituto Socioambiental reproduz o processo natural da floresta e tem seu sucesso comprovado através da experiência de plantadores de árvores do Xingu-Araguaia. “As melhores soluções são criadas de maneira compartilhada e em rede. Este é o aprendizado do nosso grande parceiro, a Rede de Sementes do Xingu”, garantiu Rodrigo Junqueira, do ISA.

Durante as negociações do Acordo de Paris, no final do ano passado, o governo brasileiro se comprometeu a restaurar 12 milhões de hectares de floresta. E nós, também podemos ajudar nesta causa. Se você quiser participar da campanha criada pelo Rock n Rio, pode fazer a doação de uma árvore aqui, na plataforma eSolidar. O custo é de R$ 5,50 e todo o dinheiro será administrado pelas entidades ambientais envolvidas no projeto.

A meta do Amazonia Live é plantar 4 milhões de árvores na Amazônia. Vamos lá?!

 

Fotos: divulgação Amazonia Live

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Um comentário em “Astros da música lançam campanha para plantio de 4 milhões de árvores na Floresta Amazônica

  • 15 de outubro de 2017 em 2:29 AM
    Permalink

    Gostaria de participar diretamente deste trabalho de plantios

    Resposta

Deixe uma resposta