Árvore Generosa: uma muda para cada criança na cidade de São Paulo. Vamos espalhar essa ideia?


A Ana Carol, que divide a autoria deste blog com a Rita, já contou por aqui sobre seu vínculo com a jabuticabeira da sua infância, das diferenças entre comer os frutos daquela árvore e, simplesmente, comer jabuticaba. Acompanhar o crescimento de uma árvore, cuidar dela, observar suas mudanças e seus ciclos desperta um sentimento de amor e cria um vínculo entre nós, ser humano e árvore.

Quando gostamos de algo, desenvolvemos um amor e um cuidado maior, diferente, especial. Imagine o que pode acontecer se cada criança crescer cuidando de uma árvore?

É o que propõe o projeto Árvore Generosa, criado pelo Instituto Olinto Marques de Paulo. A ideia é que cada criança da cidade de São Paulo receba uma muda de árvore, cuide dela por um tempo, replante num espaço público e acompanhe seu crescimento.

O IOMP realiza diferentes ações de formação de educadores em redes públicas do estado de São Paulo. A Ideia do projeto Árvore Generosa nasceu nestas ações de formação, com foco na brincadeira e vivência com a natureza. Isto porque, muitas vezes, a instituição carece de espaços verdes para desenvolver suas iniciativas.

“O Árvore Generosa surgiu para enfrentar essa realidade dentro e fora das escolas. Quando entregamos a muda para as crianças queremos que elas se sintam responsáveis pela árvore e criem vínculo com a natureza”, contou Tayana Massari, representante do instituto.

O nome do projeto foi inspirado no livro homônimo de Shel Silverstein, que conta a história de uma árvore que ama um garoto e como se dá seu crescimento na companhia dela. Super a ver com a iniciativa do instituto.

Creio que não é preciso dizer o quanto esse projeto é importante. Além de desenvolver vínculo e cuidado, ao replantar as mudas recebidas nos espaços públicos, ocupamos a cidade e, naturalmente, estendemos esse carinho para outros espaços.

“A árvore é um ser vivo e sua presença é percebida pelas crianças que passam a conviver com ela e e desfrutar de sua companhia ao longo da infância”. Quantas brincadeiras e momentos especiais podem acontecer sobre ou sob a árvore?

Po isso, se queremos mais espaços naturais e amigáveis para as crianças nas cidades, devemos apoiar projetos como o Árvore Generosa. Até agora, foram distribuídas mais de 34 mil mudas de árvores, de várias espécies nativas da Mata Atlântica: Ipê-branco, pitangueira, ipê-amarelo e amoreira. As espécies escolhidas para doação têm florescimento bastante marcante para os nossos olhares ou frutos que marcam os sabores da nossa infância.

Quando perguntamos se existe alguma expectativa quanto ao tempo de duração do projeto, Tayana respondeu: “Nosso caminho é longo, uma vez que nosso objetivo é ‘uma árvore para cada criança de São Paulo’”.

A doação das árvores acontece em eventos dos quais o instituto participa e por intermédio de parceiros que realizam atividades com foco na relação entre criança e natureza. O Ser Criança é Natural é um desses parceiros e em algumas das nossas ações ofereceremos mudas de árvores para a criançada.

Desejamos vida longa ao projeto e uma infância feliz para as crianças e suas árvores!

Foto: Ana Carol Thomé

Ana Carolina é pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica, e trabalha com primeira infância. Rita é bióloga e socióloga, ministra cursos, vivências e palestras para aproximar crianças e adultos da natureza. Quando se conheceram, em 2014, criaram o projeto “Ser Criança é Natural” para desenvolver atividades com o público. Neste blog, mostram como transformar a convivência com os pequenos em momentos inesquecíveis.

Ana Carolina Thomé e Rita Mendonça

Ana Carolina é pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica, e trabalha com primeira infância. Rita é bióloga e socióloga, ministra cursos, vivências e palestras para aproximar crianças e adultos da natureza. Quando se conheceram, em 2014, criaram o projeto "Ser Criança é Natural" para desenvolver atividades com o público. Neste blog, mostram como transformar a convivência com os pequenos em momentos inesquecíveis.

Deixe uma resposta