Artistas tiram a roupa em protesto contra a sobrepesca na Europa

Artistas tiram a roupa em protesto contra a sobrepesca na Europa

O homem tem retirado da natureza mais do precisa. O volume da exploração de recursos naturais tem sido tão grande, que não há tempo de renovação. É exatamente o que acontece com a vida marinha. A sobrepesca é apontada como uma das principais responsáveis pela extinção de diversas espécies de peixes. Algumas ficam presas em redes acidentalmente. Outras não encontram mais alimentos nos oceanos.

Um relatório publicado esta semana pela Comissão Europeia veio reforçar mais uma vez o que todos já sabem: os mares da Europa estão sobrecarregados com a atividade da pesca, principalmente, nas regiões do Mediterrâneo e do Mar Negro. Espécies como bacalhau e arenque, muitas apreciadas pelos europeus, podem sumir dos cardápios no futuro, caso nada seja feito.

O continente estabeleceu uma meta de, até 2020, manter o estoque de peixes em um nível considerável “saudável”. Infelizmente, a dois anos do prazo final, ainda está longe de conseguir isso.

Para chamar a atenção dos europeus sobre o problema, artistas e celebridades ficaram nus na campanha de alerta – Fishlove. O objetivo é pressionar os governantes a se posicionar mais seriamente sobre o assunto e tomar medidas que impeçam a pesca insustentável dos oceanos.

Entre as atrizes e atores fotografados estão Gillian Anderson, enrolada em uma enguia, Imelda Staunton, com o corpo coberto por uma arraia, Judi Dench, abraçada em uma lagosta gigante, Emma Thompson, Mark Rylance, Ben Kingsley, além da modelo Jerry Hall e o empresário Richard Branson, dentre outros (confira abaixo algumas das fotos).

A campanha Fishlove começou em 2009, mas anualmente uma nova série de fotografias é lançada. Infelizmente, isso significa que há oito anos se luta por mudanças na legislação da pesca na Europa e até agora, nada foi feito ainda para reduzir o impacto desta atividade nos oceanos.

Leia também:
Vendidos como cação, tubarão e raia ameaçados de extinção vão parar no prato dos brasileiros
De onde vem o peixe que você come? O Programa Pesca+Sustentável conta
Chile vai criar reserva marinha gigante contra pesca predatória

Fotos: divulgação campanha Fishlove

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta