Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Depois que escrevi aqui no blog sobre o couro biodegradável produzido a partir de chá fermentado, tomei conhecimento de várias iniciativas bacanas com o propósito de imitar couro a partir de novos materiais. Essas criações, sem origem animal, prometem dar outros significados para a moda. Uma delas é uma imitação de couro feita a partir de folhas do abacaxi – pasme! –, que pode ser utilizada para fabricar roupas, calçados, malas, acessórios e até móveis.

Estima-se que cerca de 40 mil toneladas de folhas de abacaxi, consideradas um subproduto da agricultura, são jogadas no lixo todos os anos. Imagine se todo esse resíduo fosse reaproveitado para a produção de um couro sintético alternativo. Chamado de Piñatex, o tecido é produzido nas Filipinas pela Ananas Anam e foi criado pela designer Carmen Hijosa, que passou os últimos 15 anos trabalhando na indústria do couro.

Como as folhas de abacaxi viram couro? A companhia explica: as fibras de celulose são extraídas das folhas, separadas e feltradas em um pano sem trançados. Leve, respirável e flexível, o tecido pode ser costurado e, ainda, receber padrões impressos na superfície. Este novo couro pode ser uma alternativa inteligente para quem se preocupa com o meio ambiente, com o bem-estar animal e pratica o consumo consciente.

Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Para fazer um metro quadrado de Piñatex, são necessárias 480 folhas de abacaxi. O tecido é mais barato e mais leve do que o couro verdadeiro. A designer descobriu as possibilidades da fibra de abacaxi enquanto pesquisava por alternativas ao couro nas Filipinas. Hijosa logo se uniu a tecelões locais para fazer experimentações e transformar o produto em uma malha. A criadora ainda está estudando uma forma de tornar o material 100% biodegradável, já que ele possui uma camada protetora que garante sua durabilidade.

Quem já usa o couro de abacaxi

Algumas marcas de roupas e acessórios já utilizaram o tecido feito de abacaxi em suas criações, como você pode conferir nas imagens abaixo. Exemplos disso são as cases de iPad feitas pelo estúdio SmithMatthias, os produtos criados pela Ally Capellino (como a bolsinha nude abaixo) ou mesmo a nova coleção sustentável da designer belga-libanesa Mayya Saliba, que inclui roupas e bolsas de mão, e a última coleção da AL-RF (Alexandra Groover X Rachel Freire).

Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Fotos: Divulgação/Ananas Anam

Jornalista, Marina escreve sobre meio ambiente para diversas publicações brasileiras desde 2011. Já colaborou para veículos como Superinteressante, Exame, VEJA, VEJA SP, M de Mulher, Casa Claudia, VIP, Cosmopolitan Brasil, Brasil Post, National Geographic Brasil, INFO e Planeta Sustentável.

Marina Maciel

Jornalista, Marina escreve sobre meio ambiente para diversas publicações brasileiras desde 2011. Já colaborou para veículos como Superinteressante, Exame, VEJA, VEJA SP, M de Mulher, Casa Claudia, VIP, Cosmopolitan Brasil, Brasil Post, National Geographic Brasil, INFO e Planeta Sustentável.

5 comentários em “Abacaxi se transforma em couro sustentável para roupas, calçados e móveis

Deixe uma resposta