40% do esgoto no Brasil não é tratado: saneamento já!!!

40% do esgoto no Brasil não é tratado: saneamento já!!!

É simplesmente vergonhoso. Mas é nossa realidade. Ainda hoje, 35 milhões de brasileiros não têm acesso à água limpa e apenas 40% do esgoto gerado no país é tratado. Estes tristes números são responsáveis por estatísticas ainda piores: 85% dos rios monitorados pela organização ambiental SOS Mata Atlântica não apresenta boa qualidade de água, ou seja, ela é imprópria para uso.

Para pressionar os governos federal e estadual a garantir – de uma vez por todas – o acesso à água potável, tratamento de esgoto e saneamento básico a todos os cidadãos brasileiros,  a SOS Mata Atlântica, em parceria com o Instituto Trata Brasil e com a Campanha da Fraternidade, lançou a campanha “Saneamento já“. 

O objetivo da iniciativa é coletar 1 milhão de assinaturas em uma petição que será entregue ao presidente Michel Temer, a governadores de estado e congressistas. “O Congresso vem prorrogando os prazos de legislações importantes, como a dos resíduos sólidos para oito anos e mais quatro para os planos municipais de saneamento. Por isso, o abaixo-assinado contra esses retrocessos nas legislações socioambientais é de extrema importância e só uma sociedade mobilizada é que pode mudar a história”, destaca Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da SOS Mata Atlântica.

Mantovani alerta ainda que entre as políticas públicas a serem urgentemente discutidas no no Brasil está o fim da legislação que permite a existência dos chamados “rios mortos”. “Esses corpos d’água são destinados apenas a diluir esgotos com baixa eficiência de tratamento e, na grande maioria, sem tratamento algum”, explica. “Com isso, a água de rios e córregos na maioria das cidades brasileiras fica indisponível para usos múltiplos, como produção de alimentos, lazer e consumo humano. Além de agravar a indisponibilidade de água no país, estes rios se tornam emissários de esgoto sem tratamento, o que torna muitas praias impróprias para banho”.

Várias personalidades já mostraram o apoio à campanha Saneamento já nas redes sociais, entre eles, o cartunista Maurício de Souza, o ator Marcio Garcia, a ginasta Daiane dos Santos e o cantor Zeca Pagodinho.

“Os rios urbanos do Brasil, que são poluídos e indisponíveis para o uso das comunidades, refletem como o descaso com o saneamento básico resulta no desrespeito a esse direito e a doenças graves, que tem como causa o contato com a água contaminada. Para mudar essa realidade a pressão da sociedade com a campanha Saneamento Já é fundamental”, enfatiza Malu Ribeiro, coordenadora da Rede das Águas da SOS Mata Atlântica, que lembra também que o acesso à água de boa qualidade é um direito humano, reconhecido pela ONU, em 2010.

Agora convide seus amigos e familiares para assinar a petição. E espalhe a hashtage #SaneamentoJa nas suas redes sociais! Você também pode imprimir o cartaz da campanha e usar para a divulgação, assim como fez, Marcio Garcia, na foto abaixo:

campanha-saneamento-ja-marcio-garcia-conexao-planeta

Fotos: divulgação SOS Mata Atlântica

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

4 comentários em “40% do esgoto no Brasil não é tratado: saneamento já!!!

Deixe uma resposta